Baixar músicas e fazer download de cds completos nunca foi tão fácil!

Com a popularização da internet, qualquer pessoa consegue baixar músicas em formato mp3 e fazer downloads de CDs completos facilmente. Mas, fora as gravadoras, poucos perceberam o que este fenômeno significa. O rompimento dos padrões de comercialização e faturamento de obras audiovisuais faz parte de uma mudança que contesta uma série de questões sobre direitos autorais e, o mais importante, a remuneração do artista. Já falei sobre isso em outro post chamado A Retro-Evolução.

Diariamente a guerra contra o modelo econômico vigente recebe novos recrutas. Artistas e Bandas se tornam soldados no front de batalha ao disponibilizarem o conteúdo de seu trabalho em seus sites, redes P2P e portais de relacionamento ou social netoworking. Mesmo que inconsciente, a força de todas essas pessoas reunidas cria um organismo forte capaz de combater a ganância de qualquer indústria cultural milionária.

Este exército guerrilheiro, ansioso em se tornar conhecido, se utiliza de diversas ferramentas online, normalmente gratuitas e com opções que atendem as necessidades da maioria. E, como onde há procura há oferta, novas ferramentas surgem frequentemente. Irei apresentar algumas delas, talvez as mais famosas, pois você quer música e as bandas querem você.

O MySpace é o maior site de relacionamento do mundo. Ultrapassa de longe o Orkut e suas cópias baratas da terra de pindorama. Lá o artista pode disponibilizar suas músicas para serem ouvidas e, caso ele queira, baixadas. Uma rápida procura por estilo e você será inundado de páginas de resultados com bandas de todo o planeta.

Um dos mais completos e focados no nicho musical é o Pure Volume. As bandas podem disponibilizar áudio, fotos e textos e têm, inclusive, uma agenda automatizada e um blog disponível para que possam escrever notícias. Existe também um sistema de estatísticas simples mas muito interessante para que os usuários acompanhem o desempenho de seu site.

O tupiniquim Palco MP3 não fica atrás de seus concorrentes forasteiros. Seguindo a linha geral de portais para músicos, ele tem recursos como URL própria , sistema de comentários, recados e espaço para release da banda. O pecado, que não os crucifica, é limitar os gêneros musicais. Lá não tem, por exemplo, o ritmo de Jah.

Se houvesse um prêmio para sites que fomentam novos artistas, o Trama Virtual o levaria sem dúvida. A fórmula é a mesma, mas o acervo é tão grande que passo horas navegando e ouvindo novas músicas. Já descobri excelentes bandas de todos os cantos do Brasil que nunca ouvi tocar no rádio. Tem MP3 pra todos os gostos e exigências e até grupos independentes disponibilizando seus CDs completos gratuitamente.

Certas rádios de São Paulo cobram R$ 100.000 para tocar músicas bancadas por gravadoras, forçando os ouvintes a viver uma irritante repetição e não abrindo espaço para qualquer um que queira se aventurar no mundo musical.

As bandas que utilizam os sites que citei não têm o poder aquisitivo pra concorrer com as apadrinhadas, mas não precisam muito para virarem fenômenos. A banda Artic Monkeys começou sua divulgação na internet e vendeu milhões de cópias quando lançou seu álbum.

39 comentários
  1. Posted by Luana Silva Miranda
  2. Posted by argo
  3. Posted by dayanny
  4. Posted by dayana
  5. Posted by Amir
  6. Posted by paulo
  7. Posted by Rosa Amélia de Moraes Carlos
  8. Posted by xzddsadd
  9. Posted by Kamilla
  10. Posted by josue
  11. Posted by Wanessa
  12. Posted by Wanessa
  13. Posted by mateus
  14. Posted by Erivanete Soares Vergara
  15. Posted by carlinho
  16. Posted by carlinho
  17. Posted by edgar coelho
  18. Posted by THIAGO
  19. Posted by antonio carlos
  20. Posted by Rodrigo
  21. Posted by leonardo =D
  22. Posted by Elaine
  23. Posted by gabriel
  24. Posted by clayton
  25. Posted by thais
  26. Posted by luciene
  27. Posted by waltynho
  28. Posted by jonta de oliveira
  29. Posted by jonta de oliveira
  30. Posted by francisley
  31. Posted by monique
  32. Posted by tiago dantas
  33. Posted by anderson
  34. Posted by wilian
  35. Posted by waneilson de almeida teixeira
  36. Posted by miba